Alemanha

CASTELOS DA ALEMANHA EM TREM – 13 DIAS

Saídas:

Até março de 2013.

Inclui:

– 2 noites de hospedagem com café da manhã em Frankfurt;
– 2 noites de hospedagem com café da manhã em Mannheim;
– 2 noites de hospedagem com café da manhã em Heidelberg;
– 3 noites de hospedagem com café da manhã em Stuttgart;
– 3 noites de hospedagem com café da manhã em Munich;
– Traslado de chegada em Frankfurt;
– Traslado de saída em Munich;
– Bilhetes de trem 2ª classe: Frankfurt /Mannheim;
Mannheim/Heidelberg;
Heidelberg/Stuttgart e Sttutgart/Munich;
– Cartão de Assistência válido para o período da viagem sem franquia c/cobertura de € 30.000

Não Inclui:
– Bilhete aéreo;
– Gorjetas;
– Passeios não mencionados como incluídos;
– Refeições e bebidas não informadas no roteiro;
– Despesas pessoais;
– Maleteiros.

Roteiro:

1º DIA: FRANKFURT

      -Chegada no aeroporto de Frankfurt e traslado ao hotel. Check in após as 14h. Restante do dia livre. Frankfurt é um museu a céu aberto dos mais diferentes estilos e épocas; dos dois lados do rio Meno a paisagem é única, arranha-céus em direção às nuvens, prédios comerciais, residências burguesas, belas igrejas e museus elegantes. Hospedagem.

2º DIA: FRANKFURT

      -Café da manhã. Dia livre. Sugerimos visita ao antigo centro da cidade e suas magníficas construções em estilo enxaimel (reconstruído em 1986), com planos históricos. O primeiro Banco da cidade na Praça Römerberg, conhecida como Grosser Engel (O Grande Anjo); três casas do séc XIV formam a fachada gótica com três arestas do Palácio do governo de Römer. Passando pela Igreja de São Paulo (1789) que é símbolo nacional original da liberdade e democracia na Alemanha. Um dos mais antigos restaurantes, com uma localização privilegiada à beira do Meno, o “Gerbermühle”, que teve como assíduo freqüentador Goethe, que se apaixonou aqui perdidamente pela filha adotiva de Willemer, Marianne. Nessas mesas, ele tomou alguns copos do típico vinho de maçã da região, o “Apfelwein”. Essa bebida continua sendo a preferida dos habitantes de Frankfurt. Hospedagem.

3º DIA: FRANKFURT / MANNHEIM

      -Café da manhã. Saída em trem com destino a Mannheim (1h10). Check in após as 14h. Importantes invenções saíram dessa cidade universitária à beira dos rios Reno e Neckar. Em 1817, Karl Drais construiu aqui a draisiana, precursora da bicicleta e, em 1886 o primeiro automóvel de Carl Benz saiu às ruas. Mannheim tem uma completa oferta de atrações e gastronomia, natureza e cultura, tradição e modernidade, eventos, festas e diferentes modos de viver. Hospedagem.

4º DIA: MANNHEIM (SCHWETZINGEN)

      -Café da manhã. A estrutura clara da cidade parece facilitar o raciocínio: Mannheim é conhecida como a cidade quadrada, projetada no século XVII com uma rede de ruas rigorosamente quadrangular, do rio Neckar até o castelo. O castelo é uma maravilha barroca construído em 1720, sob a regência dos príncipes Carl Philipp e Carl Theodor, e apoio de artistas importantes. Com mais de 500 aposentos, ricamente decorados com quadros, gobelins e estátuas, e dimensões enormes, era considerado “a coroa do palatinado eleitoral“ uma das maiores edificações barrocas da Alemanha. Outra visita bastante interessante é ir até a cidade de Schwetzingen, a 16 km de Mannheim, em trem apenas 11 min. O castelo é chamado de o pequeno Versailles de Palatinado; uma mesquita com cúpula em estilo mourisco, uma pitoresca ruína artificial, uma casa de banhos em mármore e um magnífico templo de Apolo, tudo isso faz parte do majestoso castelo. Hospedagem.

5º DIA: MANNHEIM / HEIDELBERG

      -Café da manhã. Saída em trem com destino a Heidelberg (16 min). Check in após as 14h. Não há dúvida de que quem vai a Heidelberg quer ver o castelo, que reina magnífico cerca de 70 metros acima do rio Neckar, na encosta da montanha de Königstuhl. Você pode descobrir as belezas do castelo por si próprio, mas vale a pena fazer uma visita guiada, até mesmo para compreender melhor a história desse castelo que viu muita coisa acontecer nos seus 700 anos. Para sobreviver, os senhores do castelo provavelmente tiveram que se esconder uma vez ou outra nas adegas reais. Aqui se encontra o maior barril do mundo. Fabricado com o tronco de 130 carvalhos, ele tem mais de oito metros de comprimento, sete metros de largura e um volume de 221.726 litros. Hospedagem.

6º DIA: HEIDELBERG

      -Café da manhã no hotel. Saindo do castelo, o caminho chamado de “Burgweg” leva ao centro histórico. Ali, bem no centro, fica a praça Marktplatz, com um das muitas fontes bonitas de Heidelberg, com elegantes residências burguesas, muitos cafés e ainda mais lojinhas. E, é claro, com a famosa Igreja do Espírito Santo, a Heiliggeistkirche. A apenas alguns passos daqui fica a Kornmarkt, a mais bela praça de Heidelberg, na opinião de muitos. A madona de 1718, uma figura sustentada por anjos na fonte, foi feita com a intenção de reconverter ao catolicismo os protestantes rebeldes após a Contra-Reforma. Espalhados por todo o centro histórico há cafés ao ar livre, restaurantes e bares convidativos, geralmente lotados; este passeio pode ser feito a pé, já que o local é relativamente pequeno. Hospedagem.

7º DIA: HEIDELBERG / STUTTGART

      -Café da manhã no hotel. Saída em trem com destino a Stuttgart (40 min). Check in após as 14h. Entre a festa popular Volksfest e restaurantes com estrelas, museus de automóveis e o zoológico Wilhelma, vida noturna animada e exposições fantásticas: Stuttgart é repleta de contrastes surpreendentes. Situada em uma das maiores regiões vinícolas da Alemanha, a capital do estado de Baden-Württemberg seduz por sua localização, belas praças, suntuosos palácios e construções de diferentes estilos arquitetônicos. Hospedagem.

8º DIA: STUTTGART

      -Café da manhã. O duque de Württemberg mandou construir aqui, a última grande residência barroca na Alemanha e pretendia criar nada menos que um segundo Versalhes. Na praça Schlossplatz, há um Versalhes da arte moderna: o Kunstmuseum Stuttgart, com um acervo de 15.000 obras de arte moderna clássica e arte contemporânea. A construção espetacular impressiona por sua elegância simples; à noite, a fachada de vidro iluminada permite ver as paredes de pedra do interior. A gastronomia de Stuttgart tem de tudo para atender a todos os gostos culinários. Começando com a tradicional massa regional “Spätzle” e o vinho “Spätburgunder”, você encontra desde a típica cervejaria na esquina até restaurantes premiados de reputação internacional. Hospedagem.

9º DIA: STUTTGART

      -Café da manhã. No antigo castelo, Altes Schloss, fica o museu do estado, Landesmuseum Württemberg, que mostra a história do estado desde a Idade da Pedra, passando pelos celtas, romanos… até a Idade Média, o barroco e a Idade Moderna. Para compras a rua Königstraße oferece boutiques de moda, lojas especializadas, lojas de departamento, cafés, restaurantes e áreas de descanso, distribuídas ao longo de mais de um quilômetro. No bairro Bohnenviertel ficam as lojas de antiguidades, ao lado de cafés e restaurantes charmosos, enquanto a rua de pedestres Calwer Straße, espera os visitantes com boutiques elegantes e uma grande quantidade de restaurantes com mesas e cadeiras nas calçadas. À noite, o programa são os clubes e bares na rua Theodor-Heuss-Straße e na praça Hans-im-Glück-Brunnen. Hospedagem.

10º DIA: STUTTGART / MUNICH

      -Café da manhã no hotel. Saída em trem com destino a Munich (2h18). Check in após as 14h. Em 1664, para comemorar o nascimento de seu tão esperado herdeiro, Max Emanuel, o príncipe-eleitor Ferdinand Maria deu de presente à sua esposa, Adelheid von Savoyen, um castelo: Nymphenburg. Antiga residência de verão da dinastia Wittelsbach, o castelo forma um conjunto com o parque Schlosspark, seus jardins magníficos e pequenas construções representativas, como o castelo de caça Amalienburg ou o Badeburg, e é considerado um dos castelos monárquicos mais importantes da Europa. Uma experiência especial e tipicamente bávara na parte antiga da cidade, “am Platzl”, é a famosa Hofbräuhaus. Originalmente, ela era apenas uma cervejaria, mas hoje se tornou um palácio da cerveja conhecido mundialmente. Hospedagem.

11º DIA: MUNICH

    -Café da manhã no hotel. Sugerimos um passeio de dia inteiro aos castelos de Neuschwanstein e Linderhof. Ludwig II (Luis II) foi coroado rei em 1864 e começou a construção do castelo de Linderhof em 1867, quando colocou a pedra fundamental no castelo de Neuschwanstein (um dos castelos mais visitados da Europa). Sete semanas depois da morte do rei Luis II em 1886, o castelo foi aberto ao público. O rei de caráter retraído construiu o castelo como refúgio da vida pública. Aproximadamente 1,
 
Importante:

Preços por pessoa em DBL:
Até outubro de 2012, a partir de € 1.351
De novembro 2012 a março de 2013, a partir de € 1.283

Entrada de 30% + 9x no cheque, ou 5x no cartão.

Hotéis previstos ou similares (consultar outras opções):
Frankfurt: Hotel Savoy 4*
Mannheim: Holiday Inn Mannheim City Center 3 sup
Heidelberg: Nh Hotel 4*
Stuttgart: Le Meridien Stuttgart
Munich: Hilton Munich City

Observações:

– Preços não válidos para períodos de feiras e feriados.
– Consulte-nos sobre parte aérea.
– Preço sujeito a alteração sem aviso prévio.
– Pacote sujeito a disponibilidade no ato da reserva.
– Favor ler atentamente nossas condições gerais.